Nepotismo no blogomilho

Ainda que o termo derivou um bocado desde a sua acepção primigénia (posto que ultrapassou a esfera familiar), a verdade é que o conceito parece consubstancial ao ser humano. Eu próprio venho de praticá-la hoje mesmo. Explico-me.

Esta manhã deu-me por revisar as ligações que tenho na faixa direita do meu blogue, eliminando as referências a blogues que levem mais de dous meses sem actualizar, já que não faz sentido mantê-los aí: o Blogomilho move-se, e quem não se mover, deve deixar passo aos outros.

Esta ‘cruel’ atitude deveriamo-la seguir todos os integrantes do Blogomilho, já que assim contribuiremos a criar uma comunidade muito mais interactiva e dinâmica. Ainda, é possível que alguma das ovelhas descarriadas (entre as que tenho estado muitas vezes) volte ao rego e nos deleite de novo com os seus envios.

No entanto, no meu labor de tesoureiro (na acepção de ‘meter tesouras’ 😉 omitim dous blogues da relação de excluídos: o Questione della Língua [v2], polo seu valor documental; e As Terras Baldías… por ser de um meu amigo.

Como se deveria reagir diante desta contradição?

www.000webhost.com