fbpx

Adeus, Maria Victoria

María Victoria Moreno
María Victoria Moreno

Venho de ler, abatido, que hoje mesmo faleceu María Victoria Moreno, autora de dous livros dos quais no seu momento gostei muito. O primeiro, Leonardo e os fontaneiros, lido por mim na nenez até em três ocasioes. O segundo, Anagnórise, que lim (por duas vezes) quando já saía dessa etapa larvar.

Com efeito, María Victoria não era galega de nascença, mas viveu e morreu sentindo-se galega. Talvez influíu no seu modus vivendi o facto de ser oriunda de uma localidade espanhola vizinha com Portugal (Valença de Alcântara, província de Cáceres, 1941).

Como galego, e como leitor galego, o meu mais sentido pesar.

%d bloggers like this: