Um «adeus» para Xosé Salgado Agrelo, ‘Xosé da Flor’

Eis a minha particular homenagem a Xosé Anxo Salgado Agrelo, Xosé da Flor, Xosé de Meira. Uma perda irreparável, como poucas vezes me vereis afirmar.

Proteger a memória histórica do aeroporto da Lavacolha

A mudança de nome do aeroporto deve ir acompanhada de uma atuação para não ser apagada a memória do Concelho da Enfesta nem das vítimas do franquismo.

A Junta pretende premiar ilegalidades e converter o País num gruyère

A Junta da Galiza vai premiar a ilegalidade: legalizará explorações mineiras que não o eram.

«Andechas» e «sextaferias» (Astúrias) e os dias da semana em galego

Com certeza, a ninguém terá escapado que o nome da sextaferia asturiana tem a mesma origem que a sexta-feira galego-portuguesa!

Tranquilidade de lagartixa

Com tanto estresse como vivemos habitualmente… quem fosse uma tranquila lagartixa!

Galiza NÃO se Vende…

Galiza não se vende, ainda que algumas pessoas deste país, decididamente, renunciaram aos princípios que antes defendiam e optaram por vender-se.

O que as pedras de Compostela nos podem contar

Deixo-vos aqui a galeria fotográfica do interessantíssimo roteiro ‘O que as pedras de Compostela nos podem contar’, dirigido por Ernesto Vázquez Souza.

História de um raposo…

O raposo era conhecido como ‘vulpes’ polos romanos (vulpes, -ix). Através do acusativo do latim seródio, ‘vulpe’, chegou-nos a forma ‘golpe’ em galego.

Este blogue(iro) continua vivo

Tendes de desculpar que nos últimos tempos tenha actualizado pouco, mas é que entre o choio, alguns projectos pessoais…

Zona livre de transgénicos

Desde há tempo, a oposição aos organismos geneticamente modificados (OGM’s) vem-se estendendo por todo o mundo… e também pola Galiza.

www.000webhost.com