A economia galega segundo Feijóo: com «f» de «fraude» [3]

Apesar das afirmações de Feijóo, o preço do leite em origem leva dous anos em constante descida e perdêrom-se mais de 4.000 empregos no setor.

A economia galega segundo Feijóo: com «f» de «fraude» [2]

Feijóo pode fazer promessas eleitorais agora porque nos últimos cinco anos deixou sem gastar mais de 1.800 milhões de euros.

A economia galega segundo Feijóo: com «f» de «fraude» [1]

Com Feijóo, a dívida pública autonómica alcançou máximos históricos. Graças a Feijóo, as galegas e os galegos ‘devemos’ quase 4.000 € por cabeça, o dobro que oito anos atrás.

Candidato Beiras

Xosé Manuel Beiras, o melhor candidato para ganhar umas eleições, a pior opção para dirigir um Governo. Eis o paradoxo. O ‘candidato Beiras’, o candidato que não será.

Breve (e demoledora) reflexão sobre a achega galega às eleições espanholas

O PP acumula o ‘voto útil’ da direita e do espanholismo. Ao mesmo tempo, BNG e En Marea canibalizam-se polo ‘voto sociológico bloqueiro’.

Um ano de nova-velha política nos governos municipais

Encorajo os ‘governos da mudança’ a se deixarem de política das palavras e, a partir da humildade, teçam as alianças que a lógica sociopolítica ditamina.

Uma dúzia de… ditos sobre a #XVANBNG

A 28 de fevereiro foi a XV Assembleia Nacional do BNG. À falta de uma análise em detalhe das conclusões, eis uma dúzia de ditos aplicáveis ao ali aprovado.

20 de dezembro #VotaporNÓS

Grandes amigas e amigos de quem isto escreve estão implicadíssimos, implicadíssimas, tanto em NÓS como na Marea. Não falo de conhecidos/as, falo de boas pessoas, de gente imprescindível neste País.

Marea(ndo à) Galega (II)

Podemo-nos permitir erros daqui a 20 de dezembro de 2015, mas daí em diante já não há margem para mais erros. Generosidade, honestidade, valentia e sentido de país; esses hão de ser os princípios reitores daí a 2016.

Orçamentos da Junta 2016: 400 milhões mais. E a mim que me contas?

Nos últimos cinco exercícios, o promédio do orçamento que ficou sem gastar foi de 4,51%, isto é, a nada desprezível cifra de 446,76 milhões de euros.

www.000webhost.com