Xosé Manuel Carballo Ferreiro: «Se não me valesse para falar de Deus, e com Deus, a língua que valeu à minha mãe para aquencinhar-me, não me valia Deus»

A primeira dos centos de entrevistas que figem como jornalista foi a Xosé Manuel Carballo Ferreiro. Crego, mago, escritor, diretor teatral… Faleceu há poucos dias. Como homenagem, eis essa primeira entrevista para mim. Sem pêlos na língua e autêntico, como ele era!

Eleições AGAL 2015: o artigo que não publicará o PGL

Sábado, 24 de outubro de 2015, haverá eleições ao Conselho da AGAL. Contarei-vos o que ninguém vos contou no presente artigo, que NÃO publicará o PGL.

Supermercados DIA: insulto ao setor leiteiro e agressão patronal

Supermercados DIA contrata um anúncio de treze mil euros mas deixa 120 empregados e empregadas sem contrato nem salário.

Projeto Gaelaico. A festa continua!

O projeto Gaelaico promete achar “a peça que faltava” (da conexão galego-celta), mas não passa de filologia de taverna, isto é, do mesmo rigor filológico que posso evidenciar eu (ou talvez menos).

Resistência Galega e o não-jornalismo

A presunção de inocência é ignorada, e os factos não demonstrados exibem-se como verdades. Senhoras/senhores de Europa Press, isso não é fazer jornalismo, isso é servir simplesmente de altifalante.

Do uso e do abuso da opinião nos meios de comunicação

Contam os cânones jornalísticos que é preceptivo fazer uma clara distinção entre os textos/discursos informativos e os analíticos/opinativos.

Manifesto Herético pola Desclassificação da Opinião como Género Jornalístico

Nas faculdades de ciências da comunicação, viveiros de jornalistas, ensina-se-nos que os géneros jornalísticos são a notícia, a entrevista, a reportagem, a crónica e a opinião.

TVG e telefonia em castelhano

O passado sábado, dia 18 de agosto, a TVG emitiu várias vezes a notícia de que o pesquisador Google já suporta pesquisas de voz em galego via smartphones… E ilustra-o em castelhano.

TVG: Valença do “Miño” e SMS em espanhol

Este meio-dia produziram-se dous episódios com o Telexornal que me deixaram bastante indignado.

Internautas somos todas, somos todos

Absurdices dos meios de comunicação: falar de «internautas» como se se tratasse um termo que não vai com eles. «Os internautas dizem que…», «os internautas acham que…».

www.000webhost.com