Apelidos galego-portugueses que fôrom castelhanizados

No presente artigo farei referência a alguns apelidos galego-portugueses, mas que no nosso país padecêrom a castelhanização. De facto, nos dias de hoje, alguns deles são mais reconhecíveis pola sua forma portuguesa, que não deixa der a genuina galega. Afonso. O Zeca Afonso, grande amigo da Galiza e do povo galego, talvez foi (e ainda) … Ler mais

Os nossos apelidos, galegos, com todo o direito [II]

Para galeguizar um apelido o primeiro que se deve comprovar é que, com efeito, se trata de um apelido galego.

Os nossos apelidos, galegos, com todo o direito [I]

O idioma abrange todos os níveis da vida, e o idioma está presente em todo, dos nossos nomes aos nossos apelidos. Que sentido têm apelidos como Otero, Meana, Vilareyo ou Seijo? Assim, em galego não significam nada, e em espanhol tampouco. Ficam apátridas, não queridos em nenhures.

Um galego chamado «Rui»

Um dos nomes portugueses mais genuinos é «Rui». Como todo o mundo sabe, em galego é «Roi». Ou não…

Projeto Gaelaico. A festa continua!

O projeto Gaelaico promete achar “a peça que faltava” (da conexão galego-celta), mas não passa de filologia de taverna, isto é, do mesmo rigor filológico que posso evidenciar eu (ou talvez menos).

«Grafia arcaica»: uma pequena vitória do reintegracionismo

Soube através do amigo Galegoman de uma pequena vitória do reintegracionismo. Foi no programa Ben Falado, emitido na TVG, e que apresenta Xesús Ferro Ruibal, membro da Real Academia Galega.

A língua dos “pitufos”

Um dos elementos mais subtis do processo de espanholização da Galiza é a palavra «pitufo».

História de um raposo…

O raposo era conhecido como ‘vulpes’ polos romanos (vulpes, -ix). Através do acusativo do latim seródio, ‘vulpe’, chegou-nos a forma ‘golpe’ em galego.

Crítica ao estudo crítico da FAQ do reintegracionismo [I]

O amigo Alema acaba de publicar no seu blogue a primeira parte de um estudo crítico às FAQ do reintegracionismo que recentemente publicou a Gentalha do Pichel.

As dez últimas pesquisas neste blogue: pequenas mulheres, grandes-grelos

Não deixarei de me surpreender com o que o pessoal procura neste blogue… Nunca!

www.000webhost.com