Um «adeus» para Xosé Salgado Agrelo, ‘Xosé da Flor’

Eis a minha particular homenagem a Xosé Anxo Salgado Agrelo, Xosé da Flor, Xosé de Meira. Uma perda irreparável, como poucas vezes me vereis afirmar.

Xosé Manuel Carballo Ferreiro: «Se não me valesse para falar de Deus, e com Deus, a língua que valeu à minha mãe para aquencinhar-me, não me valia Deus»

A primeira dos centos de entrevistas que figem como jornalista foi a Xosé Manuel Carballo Ferreiro. Crego, mago, escritor, diretor teatral… Faleceu há poucos dias. Como homenagem, eis essa primeira entrevista para mim. Sem pêlos na língua e autêntico, como ele era!

Proteger a memória histórica do aeroporto da Lavacolha

A mudança de nome do aeroporto deve ir acompanhada de uma atuação para não ser apagada a memória do Concelho da Enfesta nem das vítimas do franquismo.

000webhost logo