A Lusofonia nas propostas eleitorais para o 25-S na Galiza

Cinco partidos políticos apresentam propostas lusófilas no seu programa eleitoral. Pola vez primeira na história, todas as formações com possibilidades de atingirem representação parlamentar apresentam iniciativas que colocam em valor os vínculos da Galiza com o resto da Lusofonia, inclusive com menção explícita à Lei Paz-Andrade, aprovada por unanimidade no Parlamento da Galiza a 11 de março de 2014.

Todas? Bom, todas não: Ciudadanos obvia toda menção à Lusofonia (exceto uma brevíssima referência à eurorregião Galiza-Norte de Portugal) e, ainda por cima, faz uma menção às «lenguas fundamentales» [sic]: castelhano, inglês… e chinês.

Deixando de lado um partido cujo programa não chega às vinte páginas (polo centenar e pico dos restantes), vamos reproduzir aqui as propostas lusófilas que formulam o BNG, CxG, En Marea, PPdeG e PSdeG, por ordem alfabética.

BNG | CxG | En Marea | PPdeG | PSdeG

www.000webhost.com