TVG: Valença do “Miño” e SMS em espanhol

Este meio-dia produziram-se dous episódios com o Telexornal que me deixaram bastante indignado. Um deles foi uma peça informativa para informar acerca dos saldos em Portugal (que se adiantam, por se há pessoas interessadas!), que incluíu uma conexão em direto desde Valença “do Miño”. Sim, leram bem. A localidade vizinha transmutou-se num híbrido portunhol. Nem o corretíssimo Valença do Minho nem a deturpação Completa Valenza/Valencia do Miño, mas o caminho do meio.

valença do MIÑO

O outro, uma notícia sobre a chegada das SMS grátis. Em rigor, notícia não é, pois serviços tipo WhatsApp existem desde há meses, e antes deles já estavam as mensagens diretas via Twitter ou outras redes sociais. O certo é que, nos últimos anos, as festas invernais eram sinónimo de investimento em bastante dinheiro em SMS. Este ano não foi o caso, imagino que daí a notícia. Mas o caso é que a TV pública da Galiza perdeu uma magnífica oportunidade de cumprir com a sua missão, a qual é a normalização do galego. Normalização, e, porque não?, transmissão de uma imagem moderna do idioma. Pois bem, toda a notícia esteve cheia de referências alheias, desde terminais móveis com menus em castelhano a um texto de SMS redigido nessa língua ou um dicionário… de língua castelhana, é claro.

É difícil em tão pouco tempo cometer mais atos de desprezo contra a língua própria do País. Desleixo ou ignorância? Tanto me tem. É indignante, e episódios como estes, por desgraça, são bastante frequentes. E mais que serão, suspeito, quanto mais pesar a tesoura privatizadora sobre o público. Porque querem roubar-nos o que há.

www.000webhost.com