“Objectivos militares permanentes”

O combate independentista pode e deve-se dar desde todos os frentes possíveis, mas nunca desde a violência, embora o Estado a utilize.

000webhost logo