Firefox 4 beta (4.0b7)

De primeiras, a interface é minimalista: apenas a barra de endereços, a tela geral… e pronto, pois, por defeito, não aparecem a barra de menus, nem a de marcadores (por defeito, desabilitada, mas habilitável também no botão antes mencionado), nem tampouco a barra de extras (essa barrinha do pé, onde podas previsualizar URL de destino ou alguns extras que lá se instalavam, como o AccuWeather). A todas estas barras podes aceder desde um botão no canto superior esquerdo, botão que dá acesso às opções, gerenciamento de extras, etc.

A barra de endereços e os botões de navegação mudam também de aparência. O estilo é menos colorido, na linha de outros exploradores, como Google Chrome ou, em menor medida, Internet Explorer. Com a reconfiguração da interface, a barra de endereço mais a dos motores de pesquisa ganha espaço. Aliás, a de endereços divide-se em duas partes. Na zona mais à esquerda, os endereços dos sítios web. À direita, e em cor mais clara, previsualizam-se as URL de destino das ligações (o que antes ia na barra de extras).

Uma outra novidade, neste caso com repercussões na experiência de uso do explorador, tem a ver com as abas (tabs), que são priorizadas acima das janelas emergentes. Em versões anteriores, ao fazer duplo clique acima de uma ligação, o menu contextual trazia como primeira opção abri-la numa nova janela, e já em segundo lugar abri-la numa nova aba. Desta volta, a ordem inverte-se, priorizando as abas, na linha do comportamento da maioria de usuários, e na solução predeterminada de outros exploradores (como Safari).

Também melhora visualmente a gestão de abas: antes só era possível reordená-las premindo acima delas e deslocando-as (e enquanto se faz isso, vê-se uma miniatura da página associada à aba), mas agora é possível, além disso, abrir uma espécie de ‘gestor’ que deixa fazer o mesmo de modo mais visual. Ainda, há um botãozinho adicional que permite, clicando nele, mover-se entre múltiplas abas abertas abrindo-as em cascada, muito útil quando o número de abas é considerável; e um ícone para pesquisar entre muitas abas por meio de palavras-chave.

Por último, ao se tratar de uma beta, há também um botãozinho na zona direita, à altura da barra de endereços e da barra de motores de pesquisa. Com o nome Feedback, permite-nos enviar a nossa avaliação da beta à equipa de desenvolvemento. Ainda, o sistema recolhe os nossos dados de uso (mas não dados pessoais, salvo que quisermos dar algum -como a idade-) para a equipa saber como os usuários utilizam o explorador (se preferem abrir as ligações em abas ou janelas, se fazem muito ou pouco scroll, como personalizam o Firefox…), com o intuito (prometem) de melhorar o produto.

ecrã_firefox4b7

Finalizo este post com um vídeo onde podeis ver algumas das principais novidades da interface deste novo explorador, especialmente no que atinge à gestão das abas. Que vos preste!

www.000webhost.com