Causa e efeito?

Na política nem sempre servem as matemáticas, mas se calhar este dado serve às direcções do BNG e PSOE para irem reflectindo sobre a sua atitude a respeito dos movimentos sociais e do incumprimento de boa parte do programa eleitoral das eleições de 2005.

  • BNG, votos em 2005: 311.954
  • BNG, votos em 2009: 267.248
  • BNG, votos perdidos 2005-2009: 44.706
  • Votos em branco 2009: 27.743
  • Votos nulos 2009: 14.499
  • Total votos em branco+nulos 2009: 42.242

 

E ainda…

  • Votos NÓS-UP 2009: 1.473
  • Votos FPG 2009: 2.736
  • Total votos NÓS-UP+FPG 2009: 4.209
  • SOMA votos FPG+NÓS-UP+brancos+nulos 2009: 48.915

A cifra de votos perdidos polo BNG é 44.706, a soma de brancos+nulos dá-nos 42.242… e a soma dos anteriores mais os das candidaturas soberanistas é de 48.915.

Do ponto de vista do PSOE, também é possível uma outra leitura:

  • Votos perdidos polo PSOE 2005-2009: 73.024
  • Votos nulos+brancos: 48.915
  • Votos UPyD: 23.445
  • Votal votos UPyD+nulos+brancos: 72.360

Com isto comprova-se que é difícil tirar conclusões sobre quem perdeu realmente esse voto nulo e em branco, pois as contas saem nas duas direcções. A chave, possivelmente, de aonde foram parar os 117.730 votos perdidos por PSOE e BNG decerto andam polo meio dos 682.249 eleitores que não exerceram o seu direito ao sufrágio, mais as duas correlações anteriores, que parte de verdade terão. E tudo isto à espera do fraudulento voto emigrante, é claro.

NOTA: dados tirados da página web eleitoral e com 99,85% dos votos escrutados.

  • En fin, neste país o voto soberanista de esquerda non pasa dos 4 500. En Euskadi sobe dos 100 000.

www.000webhost.com