Galiza-Palestina

Tomei emprestada do Carlos a ideia de utilizar a mesma música (que grande é Lluís Llach!!).

  • madeiradeuz

    O teu nome, uma rosa; o teu nome, Palestina.
    O teu nome, uma bela estrela do Oriente.
    O teu nome, esperança; o teu nome, uma espinha.
    O teu nome, espelho preciso que nos reflete.

    Para além das ondas de um mar que avizinha,
    cantamos-che o porvir; o teu nome, a coragem;
    o teu nome, Palestina.

    Dos teus campos de pele moura, arrancam-che as árvores,
    como se assim che desarraigassem o amanhã.
    Os teus filhos soterram-te quando ainda sorrim,
    aguardando que assim o teu ventre se converta num ermo.

    Nascerão novas oliveiras de destino milenário
    porque os pássaros cantam aí o teu nome, que é coragem;
    o teu nome, Palestina.

    Quando te ferem nos braços, o ódio devém fascismo,
    golpeados por quem escarnecem o seu passado.
    Serão as tuas aças de um voo que verás livre
    se se afastar a vingança do teu coração.

    Para além das ondas de um mar que nos avizinha,
    cantamos-che a esperança, o teu nome é porvir,
    o teu nome, Palestina.

www.000webhost.com