Viva a República… Galega!

Tal dia como hoje do ano 1931 aprovava-se a Constitución (Carta Magna) da II República Espanhola. Como é sabido, período republicano estendeu-se até 1936, data utilizada por simples convenção, já que a república continuou em certo sentido até praticamente o fim da guerra em 1939 (mais nuns lugares do que noutros, bem é certo).

Existe uma tendência na esquerda galega consistente em proclamar esse período como um dos mais prósperos da nossa história polas conquistas do galeguismo, em particular pola aprovação do I Estatuto de Autonomia da Galiza.

Sem negar que se tratou de um período fundamental para o nosso país (a existência desse estatuto permitiu que após a morte de Franco a Galiza acedesse à autonomia pola chamada via rápida, o das nacionalidades históricas), cumpre assinalar que o texto não se chegou a aplicar, já que a aprovação chegou um 28 de Junho e a guerra começou a 17 de Julho, sendo a Galiza foi um dos primeiros territórios conquistados pola extrema direita espanholista.

Essas e outras questões fazem que, para mim, o período republicano não simbolize grande cousa, fora de constatar, para mim, uma necessidade: a da República Galega.

República Galega

000webhost logo