O primeiro videojogo na minha vida

golden-axe-beastEste que sai aqui é o primeiro videojogo que provei, o mítico Golden Axe. O original saiu para máquinas recriativas, se bem eu tive a oportunidade de estrear-me como videojogador desfrutando destes píxeis na consola mais famosa da minha infância (ou ao menos a que mais me soava): a SEGA Megadrive.

Cumpre assinalar este último matiz, o de que era a que mais me soava, porque talvez nem todo o mundo o lembre (sobretudo o pessoal mais jovem), mas a começos da década de 90 a publicidade da SEGA na televisão era bastante frequente. De facto, o próprio jogo do que falo, o Golden Axe, fora também sobejamente anunciado na televisão.

Não lembro quantos anos tinha eu naquela altura, mas possivelmente não ultrapassasse os sete. A idade, juntamente com a intensa campanha publicitária deste videojogo, fizeram com que aquela experiência ainda a tenha muito viva na minha mente.

E vós, qual foi o primeiro videojogo que provastes?

  • o meu primeiro videoxogo no Spectrum era o Manic Miner 😛

    agora vicio co Kirby

    adoro as plataformas

  • one2

    mmm pois nom m’acorda xDD
    só lembro o meu primeiro jogo pra computador e original, que era o Dungeon Keeper, onde ti eras o mau e tinhas que ir conquistando terras e acabando cos molestos heróis xD

  • Interessantes propostas as de Alema e One2. No caso do primeiro, não me soa muito a sua proposta (ainda que me enviou alguma informação), e no caso do segundo soa-me o título (mádia leva!), mas tampouco o provei. Hei-de procurar ambos os jogos para emulá-los no meu PC e provar como eram…

    Geralmente utiliza-se o termo abandonware para fazer referência a videojogos antigos e já descatalogados. O termo é incorrecto, já que nesta categoria só entrariam aqueles que previamente foram liberados para o uso público e não comercial por parte dos seus criadores (os quais são minoria). No entanto, e apesar do erro terminológico, a palavra é de uso comum na internet para procurar videojogos velhos… encorajo-vos para fazerdes uma pequena pesquisa 🙂

  • ao manic miner podes xogar en flash (é talmente coma no spectrum) 😀

    //www.publijuegos.com/juegos-clasicos/juegos_clasicos_en_flash/Manic_Miner.html

  • O meu foi o mítico caça-patos (Duck Hunt) que vinha com a NES, junto com o Super Mario. Já no computador acho que foi o Age of Empires, com o que tenho passado miles de horas.

  • O meu foi o mítico “Horace Goes Skiing “, também num Spectrum, como o Alema. Agora que vi este post comecei a buscar e achei uma página onde estão todos os jogos de SpectrumZX para jogar on-line!!!:
    //www.zxspectrum.net/

    • Já agora, que sorte tiveste com um Megadrive! Eu sempre tive computadores em casa, nunca consolas, e tinha uma inveja terrível do meus amigos que tinham. Sobretudo das de Sega: Megadrive e Gamegear (//pt.wikipedia.org/wiki/Sega_Game_Gear). Na verdade, nunca gostei de Nintendo…

      • Ai, quem me dera ter tido uma Sega Megradive! Esqueci comentar no artigo que essa consola era do filho menor de uns amigos de meus pais :p De facto, entraria em contradição com o meu artigo anterior, já que a minha primeira consola (em propriedade e partilhada com meus irmãos) foi uma NES 😀

        E já que estamos, o primeiro jogo que provei na minha NES foi o “Batman”, que era o que vinha de presente com ela. A consola enviaram-no-la parentes de Barcelona como presente de Reis. Os mesmos parentes também tinham uma e um monte de jogos, polo qual posteriormente também nos emprestaram alguns durante vários meses (“Chip&Chop”, “Monsters” -ou algo assim… os protagonistas eram um Dracula e um Frankenstein-, “Prince Valiant”, “Dragon” não sei quê e mais algum).

        Em propriedade na NES poucos tive(mos). O cartucho três num de “Super Mario Bros”+”Tetris”+”World Cup”, “The Battle of Olympus” (que nunca chegámos a finalizar do difícil que nos resultou…), “North&South” (o meu primeiro encontro com a estratégia bélica!), “Metroid” (presente de um amigo meu) e agora mesmo não lembro se algum mais (tenho-os todos ainda nas suas caixas originais, salvo “Metroid”, que mo deram sem ela :p).

        Mesmo durante uma temporada fizemos uma troca com um vizinho que tinha uma versão japonesa (não europeia como a nossa) da NES com uns 200 jogos pré-gravados na sua memória, boa parte dos quais formam parte dos catálogos de clássicos da NES.

        Ai, que saudades… mesmo estou pensando em mercar uns mandos polo e-Bay para volver jogar com ela, hehehe 😀

      • Por outra parte, cumpre matizar que na minha casa a primeira consola mercada por meus pais foi uma GameCube (para meu irmão pequeno… os outros já éramos maiores de idade :D).

        A NES foi um presente da família de Barcelona, e poucos anos depois os amigos de meus pais (em cuja casa joguei pola primeira vez com videoconsolas) também nos presentaram polos Reis com uma N64 (que aquele ano foi galardoada como a melhor, acho que em 1997/98).

        E eu, já de adulto, apenas merquei uma consola: a Wii 😀 Não era para mim, mas para a minha moça, mas quase me deu a mim mais ilusão poder mercá-la (uma dívida infantil menos :D) do que a ela recebê-la (e isso que ficou entusiasmada, assim que imaginai-me a mim :)).

  • Eeeei!! A esse ia eu jogar a um salom de jogos que havia nas Pontes! 🙂

    Por outra banda o Dungeon Keeper que diz one2 é para mim um dos melhores jogos do mundo mundial, e um dos primeiros jogos que provei em PC. Tenho o 1 e o 2 (que merquei em London) e nom dei conseguido o 3 🙁

    O primeiro ao que joguei eu foi o de King Kong e Mario Bross na maquininha laranja aquela de duas pantalhas de Nintendo 😀

www.000webhost.com