Palavras polissémicas e precisão linguística [I]: hoje, ‘colgar’ e ‘pendurar’

sagrada famíliaLeio este titular: «Dous independentistas catalães, colgados de um guindaste na Sagrada Família».

Após a leitura fica a seguinte dúvida:

1.- Foram esses independentistas “colgados” talvez por uma horda de fascistas ou…

2.- Foram os próprios independentistas quem decidiram pendurar-se da Sagrada Família?

Neste caso, e já que o colgamento foi cousa dos próprios protagonistas da notícia, deveria conjugar-se adequadamente o verbo e, ainda, utilizar a forma reflexiva, mudando “colgados” por “colgam-se”.

Ainda, o verbo colgar é polissémico, podendo ter os seguintes significados:

  • ornar com colgaduras
  • pendurar
  • enforcar
  • imputar, atribuir a alguém algum acto censurável ou algum dito punível
  • estar uma cousa no ar pendente de outra

Assim as cousas, provavelmente o mais adequado seja utilizar um verbo mais preciso e menos polissémico, como é o caso de pendurar (prender algo de modo que não toque no chão). Portanto, na minha opinião, o titular mais correcto seria: «Dous independentistas catalães, penduram-se de um guindaste na Sagrada Família».

www.000webhost.com