Galiza Qualidade… linguística?

galiciacalidadeqj2

Este furgão foi fotografado nas Fontinhas (Compostela) o passado 4 de Janeiro. Duas cousas foram as que chamaram a minha atenção:

  1. O logótipo de Galicia Calidade bem grande e visível.
  2. A restra de topónimos que aparecem no furgão, nem um ao direito: Bayón, Villagarcía de Arosa e Pontevedra.

Ante isto, duas considerações:

  1. Com a lei na mão, não se pode obrigar nenhuma empresa a utilizar o galego. No entanto, uma cousa é esta e outra bem diferente uma invenção arbitrária de topónimos. Os de Galicia Calidade (entidade que depende da Conselharia de Inovação e Indústria, administrada polo BNG) deviam exigir entre os seus requisitos algo tão elementar como o respeito à legislação vigente, o qual inclui também a Lei de Toponímia…
  2. …  segundo a qual os topónimos anteriormente mencionados são Baión (Baiom), Vilagarcía de Arousa (Vila Garcia de Arouça) e Pontevedra (Ponte Vedra).

Nota: tapei deliberadamente com um quadro preto o nome da empresa à qual pertence o furgão assim como os seus contactos, não seja que se confunda a denúncia com publicidade de graça 😀

www.000webhost.com