Inveja dos catalães: o diferente tratamento das ’tourinhadas’ e das ‘montilladas’

Mais uma vez, sinto (sã) inveja dos catalães. Nesse país têm um presidente, José Montilla, de origem espanhola. Nada mais ser eleito, ciente das suas carências linguísticas, Montilla assumiu a obriga moral de melhorar a qualidade do seu catalão recebendo aulas duas vezes por semana.

No entanto, e apesar do seu notável esforço e dos evidentes progressos, na televisão pública catalã (a TV3) não duvidam em parodiar publicamente o (mau) jeito de falar do seu presidente. De todos os vídeos de Polònia (o mais conhecido programa de humor da TV3) nos quais sai Montilla, talvez o que resulta mais esclarecedor e hilarante seja o que reproduzo neste post e que podemos ver transcrito aqui, com deturpações do estilo de ‘amigus’ (amics, amigos), ‘passamus’ (passem, passamos) e outras.

E enquanto um presidente intenta melhorar a qualidade de um idioma no qual não se criou, e enquanto a sua televisão pública não hesita em ridiculizá-lo, no nosso país as únicas críticas à qualidade do seu presidente aparecem na rede, nunca se menciona o tema nos meios públicos e, que saibamos, esse presidente não realizou qualquer propósito de melhora de uma língua que maltrata a diário.
Vídeo: Els Meus Amigus (Polònia)

  • Uz

    Comentava-me Suso que fora incapaz de escrever um comentário no meu blogue. Como não costumo escrever comentários sem serem resposta de nada, pois não reparara em que ao actualizar o WordPress para a última versão (ver actualizações do blogue) esquecera implementar uma das adaptações que realizei manualmente no código fonte do próprio WordPress para dificultar o trabalho dos robôs dos spammers.

    Por este motivo, agradeceria que todo o pessoal que consulta este blogue me confirmasse que consegue comentar correctamente esta entrada e, no caso contrário, que me enviem um correio-e para madeiradeuz [arroba] gmail.com

    Muito obrigado!

  • Uz

    Prova de comentário…

  • Como é habitual, aquí sempre imos detrás dos cataláns… En fin, á parte de non saber falar a súa lingua, recordo que nun acto no que estaba a soar o himno galego o propio Touriño non sabía a letra, e o único que fixeron na Galega foi non enfocalo máis para que non se vise…

    PD: Eu podo comentar esta entrada, ou iso parece, hehehe…

  • Fer

    Dos meus favoritos, este:

www.000webhost.com