Envia as tuas queixas a Ferreira Fernandes

Agora mesmo habilitei um sistema de envio de formulários para enviar queixas a Ferreira Fernandes, esperando que se digne a reconhecer as mentiras botadas sobre o uso do galego na Galiza.

Na página habilitada para isto proponho a seguinte mensagem:

Senhor Ferreira Fernandes, sou galego, e fiquei fortemente indignado após ler o artigo «Modernices filhas de reaccionários» (DN, 03/09/07), da sua autoria. Admira comprovar como alguém que recebeu pela sua trajectória jornalística tantas distinções pretenda enganar de foma tão burda e simplista o público português utilizando argumentos somente publicados em jornais da ultradireita espanhola.

Seria maçador reproduzir todas as mentiras relatadas, mas num exercício de simplificação assinalo-lhe as seguintes:

  1. As aulas em galego não vão ser em todos os jardins-escolas, só numa pequena parte (as chamadas Galescolas)
  2. O hino galego tem o mesmo nacionalismo que muitos outros hinos (e bastante menos do que o português). Por outra parte, é o hino oficial da Galiza e o seu uso está regido na Lei de Símbolos, pelo qual é património de todas as galegas e galegos.
  3. Parece ignorar o senhor completamente a realidade galega. Ainda, e numa atitude com poucos precedentes em alguém que se pré-supõe ‘informado’, ignora a unidade linguística e advoga por uma Galiza pouco menos do que ‘castelhana’ apelando a um rejeitável darwinismo social.

Esperando que reflicta sobre o acontecido, despede-se atenciosamente de si,

– Fulano de Tal

 

ATUALIZAÇÃO 2015

O referido formulário não está atualmente em funcionamento.

000webhost logo