Um outro parto: «Guia de Centros Sociais. Espaços Abertos para umha Nova Cultura»

Guia de Centros Sociais (BQ)A imagem que acompanhas estas linhas trata de um outro nascimento no qual tive também o meu modesto contributo. Trata-se do Guia de Centros Sociais. Espaços Abertos para umha Nova Cultura.

Se se me desculpa a indiscreção, indico que a ideia tomou corpo num conselho de redacção do Novas da Galiza celebrado em Tui alô polo mês de… Fevereiro, acho. Ali comentou-se a possibilidade de elaborarmos um livro colectivo sobre uma matéria por nós tratada tantas vezes como é a realidade dos Centros Sociais.

Houvera uma experência similar realizada por três companheiras nossas que realizaram uma página web sobre os centros sociais galegos para a matéria Obradoiro de Produtos na Rede, leccionada polo professor Manolo Gago.

Esse web (que, acho, não chegou a ser publicado) constitui-se numa experiência e córpus referencial, já que foi uma das primeiras tentativas de elaborar um guia sobre esta realidade que nalguns casos está consolidada (caso da Fundaçom Artábria ou do Centro Social O Pichel) mas que noutros ainda é emergente.

Depois de fazermos vários brainstormings (o primeiro, presencial em Tui; o resto, virtuais), juntamos critérios para a selecção dos centros, elaboramos uma listagem (que se viu aumentada justo ao final, quando o livro estava quase pronto), estrutura das reportagens, questionário base… e o imprescindível reparto de tarefas em função das possibilidades de deslocamento de cada quem.

O resultado, após quase meio ano de intenso trabalho da equipa redactora, do imprescindível labor do diagramador e do suporte económico da Conselharia de Cultura, está aí. Um livro que, se se me permitem a imodéstia e a redundância, resulta pouco menos que imprescindível… e descolonizador [PDF]!

www.000webhost.com