Os três melhores atacantes de ’90

3craques

Penso que nunca fiz um artigo futeboleiro, e no caso de tê-lo feito decerto se contam com os dedos de uma só mão. E isso é curioso, porque a verdade é que gosto muito dos desportos, especialmente do futebol. Misturando a minha afeição desportiva com uma certa saudade dos anos nos que ainda via regularmente competições de futebol, deu-me por fazer este post com os que, para mim, foram os três melhores atacantes que viram os meus olhinhos na década de ’90: Bebeto, Batistuta e Shevchenko.

Bebeto

Batistuta

Shevchenko

Três desportistas, três estilos. A habilidade e técnica do primeiro, a potência e tenacidade do segundo, e a polivalência e sagacidade do terceiro. Diferentes, mas com muitos pontos em comum: consumados goleadores, dextros mas com bom domínio da perna esquerda, hábeis nos golpes francos, oportunistas, técnicos e velozes. Para mim foram os melhores da passada década, mas estou disposto a variar de opinião se me achegardes sólidos argumentos 😀

  • Xosé Otero

    Fáltame Romario. Posiblemente máis especializado que os tres que propós, pero letal na área.

  • Galeguzo

    Romário foi um goleador extraordinário (os seus números estão aí). Se o descartei foi por três razões:
    1) O meu propósito era pôr somente 3.
    2) No campo era mui insolidário com os seus companheiros.
    3) A sua conduta fora dos terrenos de jogo deixava muito que desejar.

    No apartado 2, as minhas propostas jogavam também para a equipa (e os companheiros devolviam-lhe-lo jogando para eles). Mesmo Batistuta baixava muito defender, igual que Shevchenko (este último ainda o podemos ver… sobretudo se marcha do Chelsea :-p).

    No apartado 3, não digo que os propostos por mim sejam uns santos, mas ao menos não se lhes conhecem escândalos constantes fora dos terrenos de jogo (pelejas e substâncias pouco recomendáveis incluídas).

    Se pudesse pôr outros 3 futebolistas mais, antes do que Romário escolheria Rivaldo e Zidane. Para acabar e ter cinco, estou muito dividido entre Roberto Baggio, Van Nistelrooy ou Makaay…

  • David

    Que ben que volvas ao blogomillo! 😀
    Por suposto quédome con Bebeto, hehehe…
    Entre os últimos tres estou entre Roberto Baggio e Makaay, aínda que Van Nistelrooy é un goleador nato fáltalle velocidade para o meu gosto… Baggio tiña unha calidade excepcional, e Makaay ten moitas semellanzas co grande Larsson, un atacante modelo para min… 😀
    É que se engadise outro ademais dos xa citados, escollería a Henrik Larsson. É un dos dianteiros máis completos dos últimos anos: enorme rematando coas dúas pernas e coa cabeza, moi rápido desmarcándose e cun grande control da bola, solidario cos compañeiros… Se non rexeitase as ofertas que tivo para saír antes da Escocia, quen sabe onde acabaría… Aínda a día de hoxe foi fichado polo Manchester e xa meteu un golazo pola escuadra no seu debut, hehehe… Canto fútebol aínda ten nas súas botas!! 😉

  • Galeguzo

    Tens razão em que o Larsson é um avançado mui completo, e o seu caché internacional é injustamente menor do que merecia polo que dizes, porque saiu demasiado tarde da Escócia. E é que algo de bom deve ter um futebolista que da nada faz golos e que por onde passou deixou boas lembranças!

  • Ulmo de Arxila

    Se se me permitir a miña modesta opinión, decanto-me por Bebeto, por suposto, como o mellor dos 90′. E da tríada que propodes, sen dúvida Makaay, velocidade e contundéncia… Non sei se se me nota muito a tonalidade branquiazul… :-p

www.000webhost.com