Falando com propriedade

Às vezes, os tradutores, mesmo que sejam automáticos ou humanos e pertencentes a empresas importantes, cometem cagadas monumentais. Por exemplo, imagino que muitos/as de vós lembrareis quando na web de hotmail estivo pendurado durante meses a mensagem “no recordar my correo en este ordenador“. Vaites com o spanglish!

Pois bem, eu resgatei ontem uma outra, desta volta numa outra ‘língua’ dos tempos modernos, o portunhol:

propriedade

Tirada ontem à tarde na web de Nedstat, agora chamada Webstats4.

NOTA: o círculo branco é da minha colheita. Cumpre aclará-lo, não vaia ser que me acusem de manipulador!

www.000webhost.com